Precisão Formaturas

Notícias

Conscientização e combate ao câncer de mama
Conscientização e combate ao câncer de mama

 



PREVENÇÃO
Prevenção do câncer de mama significa diminuir o risco de a mulher apresentar a doença durante toda a sua vida. A prevenção consiste na eliminação ou diminuição da exposição aos fatores de risco. Por meio da alimentação saudável, atividade física e do controle do peso corporal, é possível evitar 28% dos casos de câncer de mama. Consumo excessivo de álcool, uso de contraceptivos orais, excesso de peso, principalmente na pós-menopausa, e terapia de reposição hormonal aumentam o risco de câncer de mama. A Terapia de Reposição Hormonal (TRH), principalmente a terapia combinada de estrogênio e progesterona, está associada com aumento do risco do câncer de mama. A cada 10 mil mulheres que fazem uso da reposição hormonal combinada, há aumento de oito casos de câncer de mama. Assim, a sua indicação deve ser discutida com o médico. Nas situações em que a TRH é realizada o risco elevado de desenvolver câncer de mama diminui progressivamente após a sua suspensão. A exposição excessiva à radiação ionizante (Raios-X) aumenta o risco de câncer de mama. A amamentação exclusiva até os seis meses diminui o risco de câncer de mama.

DETECÇÃO PRECOCE
A detecção precoce do câncer de mama significa identificar o tumor no início de seu surgimento e aumentar as possibilidades de cura. As ações de detecção precoce podem ser oferecidas para mulheres sem sinais e sintomas de câncer de mama (rastreamento), ou para mulheres com sinais e sintomas iniciais de câncer de mama (diagnóstico precoce). O diagnóstico precoce do câncer de mama aumenta a sobrevida das mulheres em comparação com o diagnóstico de tumores em fase avançada. O rastreamento diminui a mortalidade em cerca de 30% nas mulheres entre 50 e 69 anos. Quanto maior for o percentual de mulheres na faixa de 50 a 69 anos que realizam a mamografia de rastreamento periodicamente, maior será o impacto na mortalidade. Na faixa etária de 50 a 69 anos, a mulher deve fazer uma mamografia a cada dois anos. O risco de câncer de mama aumenta com a idade. A qualidade da mamografia tem implicações na redução da mortalidade por câncer de mama. Programas de qualidade em mamografia garantem imagens radiográficas de alto padrão com doses mínimas de radiação.

CUIDADOS PALIATIVOS
O tratamento adequado é parte fundamental das ações de controle do câncer de mama, com impactos na sobrevida e na mortalidade. Habitualmente, o tratamento do câncer de mama envolve cirurgia, radioterapia e quimioterapia/hormonioterapia e deve ser realizado por equipe multidisciplinar em serviços especializados. Geralmente, quanto menor o tamanho do tumor no momento do diagnóstico, maior a probabilidade de cura e de realização de uma cirurgia conservadora, e menor a necessidade de intervenções e do uso de drogas, o que reafirma a importância das ações de detecção precoce. A reconstrução mamária nas mulheres submetidas à retirada das mamas (parcial ou completa) deve ser sempre discutida com a equipe multidisciplinar. Cuidados paliativos são uma continuidade do tratamento oncológico. Devem ser fornecidos a pacientes com câncer de mama avançado, desde seu diagnóstico, visando o adequado controle de sintomas, por meio de suporte clínico, emocional, social e espiritual. Para o alcance de melhor qualidade de vida, familiares e cuidadores são envolvidos nos cuidados e também recebem suporte de uma equipe interdisciplinar. 

“APRENDA A PREVENIR O CÂNCER DE MAMA. HÁBITOS SAUDÁVEIS DIMINUEM OS FATORES DE RISCO DA DOENÇA”

+

Agora o 1º sorteio tem nova data
Fique ligado!
+
Sua formatura a custo zero. Somente na Precisão Formaturas.
Se liga nessa promoção!
+
Em um depoimento gratificante para nós
O quê a formanda diz
+
 

Voltar